Fica em Hostel! – Caballo Loco (Montevidéu)

Engraçado uma coisa que acontece. Defini esta página como “Um Road Blog de destinos possíveis”, com o intuito de trazer opções para tornar sua viagem mais fácil – o que quer dizer mais barata. Mas só consigo classificar o post de hoje como realmente funcional no quesito grana.

caballo loco_montevideo

Sei que muita gente já tem em mente as vantagens de ficar em hostel. Além do custo benefício, estão localizados em regiões estratégicas para você bolar o melhor roteiro e a chance de se comunicar com o mundo estando acima ou abaixo de um beliche.

Aproveito o tema para falar as minhas impressões sobre o Caballo Loco Hostel, onde fiquei por duas noites quando estive em Montevidéu no mês passado. E olha, se você quer um lugar despojado, zero Coxinha, mas ao mesmo tempo limpo e  com bom atendimento, o local atende aos requisitos.  Você pode inclusive correr o risco de ir tomar café de pijama com tamanho desprendimento.

caballo loco_montevideo

Localizado no centro da capital uruguaia, são poucos passos para a Praça da Cagancha e numa breve caminhada se chega até a Praça da Independência e à Cidade Velha. Como Montevidéu não é uma cidade complicada de andar,  mesmo o hostel estando longe da orla, não tem muito erro pra chegar a Pocitos – a praia fluvial deles – e o Parque Rondon. Outra vantagem é que fica próximo ao terminal Tres Cruces, que é o fim da linha do ônibus que a gente pega no aeroporto.

Por dentro

Funcionando há pouco mais de um ano, o “Caballo” ocupa o andar de cima de um antigo sobrado, o qual os proprietários adaptaram com uma atmosfera jovem, descontraída, mas não perdendo a matriz arquitetônica. Com os espaços bem aproveitados, possui uma recepção convidativa, sala de jogos, terraço e uma cozinha bem organizada e aconchegante. E tudo agregado a muita personalidade na decoração, dando lugar também a Grafite e outras intervenções.

caballo loco_montevideo

São cinco quartos – sendo um exclusivamente feminino, onde fiquei – que comportam de quatro a dez hóspedes cada (não sei nos outros, mas o que eu fiquei tinha armários). E o mais interessante é a preocupação da galera em deixar tudo sempre limpo, essas coisas que fazem a diferença, não é? Paguei 20 dólares a diária.

001

Diante das minhas impressões, vale a pena atrelar sua viagem em uma cidade bacana como Montevidéu ao clima mega legal deste hostel.

Pegou bem

  • Fica no centro;
  • Organização;
  • Bom atendimento;
  • Preço;
  • Boas recomendações no Booking

Pegou mal

  • Não dá pra ir a pé para a orla de Pocitos;
  • Tem uma escada enorme e meio chatinha pra subir da porta de entrada até a recepção (se bem que hostel sem escada não é hostel, né?);
  • Mesmo o local bem dividido, há dois quartos bem próximos da recepção, o que fica difícil pra quem tem sono leve.
  • Não aceita real, por isso não deixe de cambiar antes de ir!

Serviço

Caballo Loco Hostel

Endereço: Héctor Gutierrez Ruiz, 1287, Centro, Montevidéu

Café da manhã? Sim

Wifi? Sim

Estacionamento? Não

Aluguel de toalha? Sim

E-mail: info@caballolocohostel.com

Mais informações: http://www.caballolocohostel.com

 

Obs.: A autora não recebeu qualquer forma de pagamento para publicar o artigo, como também pagou pela hospedagem do local. O conteúdo da postagem foi fruto das informações obtidas durante sua estadia.

Anúncios

Dicas de Canoa Quebrada – CE

Unir a tranquilidade de uma praia nordestina com vida noturna variada é desejo de boa parte dos desbravadores pela estrada afora. Canoa Quebrada, no Ceará, consegue mais que isso. Símbolo de resistência de pescadores, cenário para documentário de Orson Welles, referência cinematográfica da Nouvelle Vague e refúgio de hippies nos anos 70, ela  surpreeende qualquer um que tem a chance de caminhar por suas dunas e ruas estreitas. Falar de “Canoa” não é só definir um point do turismo nacional, é comprovar a beleza e acolhimento de um local já firmado no mapa para viajantes de várias tribos.

Localizada no municipio de Aracati,  a 160 km de Fortaleza, Canoa Quebrada foi minha opção para passar o feriadão da Semana Santa. E posso dizer que não me arrependo das 12 horas de estrada que tive que enfrentar até chegar nesta maravilha de praia. Apesar do atraso, o post pode servir principalmente para quem está no Ceará durante a Copa do Mundo.

De dia

Mesmo possuindo um centro de compras bem honesto, não tem outra. Bom mesmo é desbravar as paisagens que este pedaço do céu oferece aos olhos. As opções são muitas: passeio de bugue pelas falésias nas praias de Majorlândia e Ponta Grossa (eles alugam o carro inteiro pelo valor de 250 a 300 reais), passeio nas dunas e se aventurando na tirolesa.

No quesito esportes radicais, a praia não deixa a desejar. Fazer um belo Kite Surf mar adentro e se jogar em uma voozinho no parapente (nem me falem. quando resolvi ir faltou vento e os voos foram cancelados. Ódio!). Inclusive a região é bem conhecida pela prática.

Um voo de parapente com duração de meia hora tem seu preço variado entre 70 e 80 reais, dependendo da quantidade de pessoas no grupo

 

De noite

A famosa rua Broadway é literalmente um espetáculo de boas opções e cruzamento de todo o público que Canoa Quebrada atraiu ao longo dos anos: jovens, famílias, casais em lua de mel, galera LGBT, caretas, malucos e por aí vai.

Na rua, lojinhas de artesanatos com seus souvenirs amontoados também têm como vizinhos opções de bares, restaurantes e casas de shows pra fazer o visitante chegar cedinho e varar a madrugada. Indicação de comida? Juro que ainda volto pra comer um filé de dourado com queijo e banana no restaurante Scorpions que tava dos deuses (R$41 prato para duas pessoas)!!

E para a galera que curte um reggae na beira da praia, nos fins de semana você pode curtir um som sob a luz da lua nas festas promovidas por alguns barzinhos da beira-mar.

 

Hospedagem

Eu fiquei na pousada Lua Morena, bem na encosta da falésia. Visual incrível de se ver, excelente localização, com acesso direto à Broadway e aos pontos de voo de parapente. As instalações são chalezinhos super charmosos com ar, TV, frigobar, wifi e armários. É um estabelecimento antigo, daí há muitas coisas rústicas demais, como um banheiro sem box na parte de tomar banho….mas atendimento excelente, café da manhã bem honesto e variado. O resto vocês conferem no site da pousada.

Pousada Lua Morena

Vista da pousada e da área de lazer. Foto: Maxbel Oliveira

 

Pegou bem

  • No trajeto quando chegamos na divisa RN e CE até  Aracati, a estrada é boa e  bem sinalizada;
  • incentivo à contratação de mão de obra local;
  • boa variedade hoteleira;
  • passagem barata saindo de Fortaleza (em torno de R$13)

Pegou mal

  • Posto de saúde fechado (algumas meninas da minha turma passaram mal e tivemos de ir ao hospital no centro de Aracati)
  • Pousada faltou energia no primeiro dia (mas a administração tratou de resolver rapidinho);
  • Poucos policiais pela praia (isso é bom ou ruim?)
  • Caso não abasteça no posto da saída de Canoa voltando para Maceió, uma péssima notícia. Só vai ter posto cerca de 35km depois. Inclusive nesse trajeto dois postos estavam desativados.

E aí, vamos mesmo para Canoa “das Quebrada”?

Como ir: Excursão do Alan (contato: +55 82 8824-1723)