Cinco comidas de Maceió que você vai sentir saudade

A experiência de provar pratos típicos é uma das grandes façanhas de querer desbravar esse mundão de Deus. Alguns dizem que é a questão sensorial, pois você não apenas prova novos sabores, mas é inserido em toda a carga cultural e histórica presente em cada prato do local visitado.

Mesmo suspeita pra falar – já que moro aqui – elaborei um ranking com as comidinhas encontradas em  Maceió, Alagoas, que vão fazer sua memória carregar excesso de bagagem quando sair daqui.

Lembrando que tais iguarias gastronômicas não necessariamente são originárias daqui, mas já incorporaram identidade e pertencimento ao Paraíso das Águas.

A propósito, bem-vindos!

5. Sequilhos/ Broa/ Bolinho de Goma

Foto: Setur-AL

Foto: Setur-AL

Os biscoitinhos/bolachinhas (ai, quanta discussão por causa de um nome, gente!),  que derretem na boca,  são uma das comidinhas on the road em nosso cardápio. Podem ser encontrados – ou encontradas, argh! – na beira da estrada, principalmente quando seguimos para os bairros do litoral norte, como Riacho Doce, Garça Torta e Ipioca. Mas a coisa anda tão “globalizada” que hoje em dia é bem comum encontrar um bom pacote de sequilhos em padarias e supermercados.

4. Casquinha de siri

No bar Kanoa Beach, a versão gratinada já tem local garatido no coração e no paladar de muita gente

No bar Kanoa Beach, a versão gratinada já tem local garantido no coração e no paladar de muita gente

No quarto lugar,  a namoradinha dos estômagos boêmios e praieiros de todo litoral maceioense (e alagoano, claro). A casquinha de siri, apesar de nome, se trata do filé do famoso crustáceo presente nas lagoas do estado. A história da casca é que geralmente é servida em um recipiente que imita uma.

Quem deseja conferir, são muitos os bares  e restaurantes pela cidade que têm a belezura no cardápio. Minha dica é a já tradicional casquinha do Massagueirinha e a versão gratinada do Kanoa beach.
3. Quebra-queixo

Foto: Alagoas 24 Horas

Foto: Alagoas 24 Horas

A medalha de bronze vem caramelizada com muito açúcar, coco e uma textura um pouco estranha aos olhos do turista. O doce, primo da cocada, é mais um dos “beira de estrada”, e cada vez que é avistado um tabuleiro de quebra-queixo, só traz lembrança deliciosa. Sabor de Nordeste, infância e de felicidade.

 

2. Tapioca

Essa já é amada por qualquer viajante antes mesmo de pisar em solo nordestino. Com as barracas e quiosques instalados na beira-mar, de longe já se percebe que o fim de tarde em um dia maceioense tem tudo a ver com tapioca.

Foto: Setur-AL

Foto: Setur-AL

Achando pouco, ainda dá para se esbaldar nos muitos recheios ofertados. Só não pode dizer que tem gostinho de quero mais, porque a tapioca geralmente vem em uma porção bem encorpada e satisfaz até os mortais mais comilões.
1. Sururu

O campeão do ranking pode-se dizer aos quatro ventos que é a Majestade Gastronômica em Alagoas. O marisco, presente em praticamente toda a orla lagunar do estado, quando chega às panelas é garantia de sabor e identidade ao se falar de culinária alagoana.

 

sururu_setur_al

Tornando-se um belo ensopado à base de coco e carinhosamente temperado, o sururu é guardado como souvenir no paladar não só de turistas, mas dos que têm sorte de desfrutar das belas paisagens que só aqui tem. Encontrado nas melhores casas do ramo.

 

Gostou? Faltou algum na lista? O que te faz querer voltar para Maceió?

Anúncios